Baseado na mitologia Ashanti, (grupo étnico-linguístico localizado em Gana - País do oeste africano) o espetáculo aborda de forma sensível o respeito aos mais velhos e a valorização do saber ancestral, através da consagração de um herói cujas forças não provém de armas secretas, armaduras de aço, acidentes radioativos ou talismãs mágicos, mas sim, da sabedoria que só o tempo traz.  Narra as aventuras vividas por um velho de nome Kwaku Ananse para trazer do céu as histórias guardadas por “Nyame - O deus do céu”, num baú encantado que só lhe será entregue após serem cumpridas três importantes tarefas, capturar: “Ozebo - O leopardo de dentes terríveis”, “Nmboro - O maribondo que ferroa como fogo” e “Moatha - A fada que nunca foi vista”, missão que só se fará possível graças à grande sabedoria desse herói - dádiva que só o tempo traz.

O espetáculo possui forte apelo popular, por sua linguagem ao mesmo tempo lúdica e objetiva, que mistura elementos da cultura popular brasileira de matriz africana ao teatro mambembe de palhaços, criando uma atmosfera que lembra o Griot africano, conferindo-lhe um caráter ao mesmo tempo cômico e épico.

Outro elemento marcante que confere grande beleza e ludicidade ao espetáculo é a utilização e ressignificação criativa de objetos do cotidiano, num ambiente de faz de conta, onde pneus se transformam em densas florestas, garfos de jardinagem em garras de leopardo, borrifadores de água em ferrões de maribondo e o próprio espetáculo numa grande brincadeira. A trilha sonora é original e executada ao vivo pelos próprios atores. Tudo isso faz de “A Lenda de Ananse - Um herói com rosto africano” uma ótima opção de arte e entretenimento para toda a família.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now